Projetos

UKRI GCRF Centro de Comércio, Desenvolvimento e Meio Ambiente

O projeto UKRI GCRF Trade, Development and the Environment HUB - ou Centro de Comércio, Desenvolvimento e Meio Ambiente do Fundo de Pesquisa de Desafios Globais (Global Challenges Research Fund) do órgão de Pesquisa e Inovação Britânico (UK Research and Innovation) - tem como objetivo fornecer dados, análises, ideias e parcerias que acelerem a transição para um sistema comercial global sustentável, reduzindo seus impactos na biodiversidade e na população, aumentando os benefícios sociais do uso de espécies selvagens e da produção agrícola, e conciliando assim o comércio como meio de subsistência para as comunidades em situação vulnerável, com a conservação da natureza.
 
Este Centro envolve economistas, modeladores comerciais, cientistas políticos, ecologistas, grandes empresas, órgãos da ONU e organizações não-governamentais que trabalharão juntos em cadeias de suprimento para influenciar políticas e práticas relacionadas ao comércio. Também produzirá pesquisas para ajudar a garantir que o comércio se torne um fator de mudança positiva no mundo, evitando a perda da biodiversidade e reduzindo a pobreza. É um dos doze centros de pesquisa interdisciplinares financiados pelo UKRI GCRF, liderado pelo Centro Mundial de Monitoramento da Conservação (World Conservation Monitoring Centre – WCMC), da ONU Meio Ambiente, e tem por objetivo conciliar o comércio como meio de subsistência para as comunidades em situação vulnerável, com a conservação da natureza.
 
Ao lado de 50 instituições de 15 países diferentes, o IIS é o principal responsável pela modelagem global de cenários comerciais, integrando i) dados relacionados ao comércio de espécies selvagens e domesticadas, ii) custos e benefícios sociais desse comércio, e iii) análises das interações entre países importadores e exportadores, de modo a gerar resultados importantes para o desenvolvimento de políticas que considerem como mudanças no comércio podem afetar os recursos naturais, os meios de subsistência e os caminhos para o desenvolvimento em países pertencentes ao Comitê de Ajuda ao Desenvolvimento (CAD). 
 
Além disso, o IIS é um dos responsáveis pela análise dos impactos na biodiversidade causados pelo comércio de commodities no Brasil e coordenará as atividades das outras quatro instituições brasileiras participantes. O diretor do IIS Bernardo Strassburg será também o Co-Principal Investigator Global do componente de Modelagem previsto para o projeto.

Compartihe: