Notícia

REDD+ como ferramenta para uma pecuária sustentável

O Instituto Internacional para Sustentabilidade foi uma das organizações que palestrou no workshop “REDD+: Ferramenta para uma Pecuária Sustentável”. O evento gratuito foi realizado no dia 10 de junho, em São Paulo, pela Comissão de Incentivos Econômicos e Financeiros (CIEF) do Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável (GTPS), com participação de mais 60 pessoas ligadas à cadeia de valor da pecuária brasileira.

Dentre os temas debatidos estavam a liderança mundial brasileira na redução de emissão de carbono, a ausência de um marco regulatório sobre Redução das Emissões por Desmatamento e Degradação Floresta (REDD), a morosidade do governo federal para ações efetiva legais dessas políticas e como o pecuarista e o consumidor final devem enxergar a importância da implantação de projetos REDD+ para uma sociedade mais sustentável.

A analista ambiental do IIS, Helena Alves-Pinto, participou como debatedora no painel “Histórico e Panorama do REDD+ no Brasil”, onde apresentou e discutiu a situação atual da ferramenta em âmbito nacional e no estado de São Paulo. Além disso, Helena foi palestrante no painel “Cases e Lições aprendidas”, no qual apresentou os resultados de um estudo desenvolvido pelo IIS na microrregião de Alta Floresta – MT, que mostram a viabilidade de se usar a ferramenta de REDD+ aliada à intensificação sustentável.

“O estudo mostra que há um potencial para o desenvolvimento de uma estratégia que combine a intensificação sustentável da pecuária com a estruturação de um programa de REDD+ regional. Aliados, se tornam um passo fundamental para que haja redução da pressão sobre florestas e incentivos para evitar o desmatamento”, afirma Alves-Pinto. Os próximos passos do evento incluem a elaboração de um documento com os resultados do workshop, que será encaminhado para o Conselho Diretor do GTPS.

 

 

 

Helena Alves-Pinto, analista ambiental do IIS.

 

Compartihe: